Como Chegar Lá

O Que você precisa saber para não cair no golpe do falso emprego

Quando passamos dos quinze anos temos à frente a preocupação dos nossos pais com cursos profissionalizantes.

A importância de se profissionalizar para ingressar no mercado de trabalho faz crescer o interesse por esses cursos, os mais comuns são: Informática, Administrativos e Idiomas, pois são os mais solicitados pelas empresas.

As ofertas são muitas e a falta de experiência dos pais e do adolescente torna a missão de encontrar uma boa escola e um curso de qualidade ainda mais difícil.

Quais as dificuldades dos jovens para conseguir um emprego?

ingressar-no-mercado

A falta de conhecimento e orientação podem bloquear no momento da pesquisa outro, problema também é o que fazer, pois o jovem nessa fase ainda está muito confuso.

A falta de planejamento também é um outro fator muito importante, pois nem sempre os pais estão preparados para arcar com custos que as escolas ofertam em seus cursos.

Esses são os primeiros investimentos voltados ao mercado de trabalho que os pais buscam para os filhos, mas lembrem-se que aqui nos referimos a jovens com necessidades de se profissionalizar e trabalhar para, muitas vezes, ajudar na renda familiar.

Por que o jovem sente dificuldade para entrar no mercado de trabalho?

por-que-jovem-sente-difilculdade

O despreparo do adolescente, a sua indecisão são fatores que atrapalham na hora de investir em cursos profissionalizantes, muitos não sabem por onde começar, o que estudar e nem ao menos  onde procurar, mesmo com ferramentas poderosas como internet.

E mesmo com muitas ferramentas, orientação dos pais, professores e amigos ainda é uma decisão muito difícil.

Então podemos concluir que o curso profissionalizante mesmo sem experiência é um trunfo e um bom argumento para o jovem quando busca o primeiro emprego.

O desafio dos jovens para ingressar no mercado de trabalho

por-que-o-jovem-sente-dificuldade-para-entrar-no-mercado-de-trabalho

O mercado de trabalho está cada vez mais exigente, as empresas esperam que o funcionário saiba ao menos o básico e no primeiro emprego já não é permitida a postura de iniciantes, e mesmo imaturos será preciso mostrar um “certo” conhecimento e facilidade de aprendizagem além de ter que manter um bom relacionamento para assim construir uma boa reputação.

Tem que ter em mente que não é algo provisório e que terá que investir cada vez mais se quiser ter ascensão de carreira e sucesso na vida profissional.

Por isso, é muito importante saber onde buscar conhecimentos, escolas com boa reputação e cursos que de fato darão a direção correta.

As dificuldades para entrar no mercado de trabalho

dificuldades-no-mercado-de-trabalho-hoje

O que vemos hoje no mercado é uma pulverização de “comércios educacionais” porque não podemos chamar de escolas algumas entidades que correm soltas sem nenhuma fiscalização e controle dos órgãos responsáveis.

Tomam proveito da falta de orientação dos pais e da pouca experiência dos jovens e praticam abordagens pouco convencionais para conquistar alunos.

É muito importante que pais, professores e principalmente os adolescentes fiquem atentos a esse tipo de divulgações e abordagens… cuidado com os golpes do falso emprego.

Está gostando do nosso artigo? Espero que sim, porque o nosso objetivo é levar conteúdos notáveis que farão a diferença não só na sua carreira, como na sua vida pessoal.

Ah, não esqueça de cadastrar seu email no campo logo abaixo para receber mais… 

Conteúdo exclusivo e sempre atualizado!

>

Cuidado com as falsas ofertas de emprego e falsos cursos com promessas de emprego

cuidado-com-as-falsas-ofertas-de-emprego-ou-falsos-cursos-de-idiomas

Vivemos numa época em que tudo parece fácil, recebemos uma oferta e, muitas vezes, não tomamos o cuidado de pesquisar, de buscar informações a respeito e acabamos envolvidos num golpe e enrolados por empresas mal-intencionadas que passam a ilusão de que o que estão indicando é o caminho certo e a coisa certa a fazer.

O que você precisa saber sobre cursos profissionalizantes e como “evitar esses tipos golpes”.

o-que-voce-precisa-saber-sobre-cursos-profissionalizantesPesquise bastante, veja na internet se a escola é bem-conceituada, se não tem reclamações muito pertinentes.

Existem sites como o reclameaqui que podem te dar uma base da reputação da escola. 

Aqui vão algumas Dicas para te ajudar nessa tarefa.

Dica #1: Verifique se tem reconhecimento do MEC Ministério da Educação.

Dica #2: A maioria dos cursos possuem registro, acesse o site do MEC ou pesquise no Google.

Dica #3: Veja se possui algum mantenedor: a maioria das boas escolas possuem uma grande entidade mantenedora no que ajuda muito a qualidade da escola.

Dica #4: Procure se informar com alguém que já fez o curso ou conhece a escola, participe de fóruns, leia o que os outros dizem a respeito.

Dica #5: Entenda o conteúdo programático: muitas vezes, o que estão ofertando no curso você já aprendeu ou não vai te interessar como profissional.

Dica #6: Conheça o endereço: a localização da escola é muito importante, nem sempre está num local apropriado.

Dica #7: Conheça as instalações: veja se é adequada, se possui acomodação e material didático pertinente ao curso.

Dica #8: Preço: pesquise se o valor está de acordo com o mercado, se a relação custo benefício está dentro do orçamento da família.

Dica #9: Desconfie do que estão te ofertando.

Dica #10: No caso de alguma oferta de emprego, entre no site da empresa leia o “sobre” e os institucionais, procure informações no Google, em fóruns.

Não desanime diante dos obstáculos e das dificuldades

nao-desanime-diante

O jovem não deve desanimar ou se revoltar por ter caído no golpe do falso emprego ou de alguma escola que oferece “Cursos gratuitos de forma duvidosa”, lembre-se que muitos já passaram por isso e outros correm o risco de passar também.

Não podemos esquecer que existem entidades de qualidade e que cumprem o que promete, com uma boa pesquisa encontrará muitas gratuitas e algumas com incentivos do governo como é o caso do SENAC, do SENAI entre outras e há também as fundações como o Rotary Club por exemplo.

O Rotary é o fundador do CAMP e existem polos em várias regiões, vale a pena pesquisar.

COMO FUNCIONA?

como-funciona-o-falso-emprego

“O jovem faz uma prova de conhecimentos gerais e passa por uma entrevista, depois fará um curso profissionalizante geral e um curso de informática dentro do próprio CAMP, lá o jovem aprende como funciona uma empresa, como se comportar numa entrevista…

O curso tem duração aproximada de 03 (três) meses e quando encerra, ele é encaminhado para trabalhar em uma empresa parceira do Rotary Club”.

Conclusão – considerações:

Sempre existirá instituições que agirão de má fé e trabalharão na contramão da qualidade do ensino e da formação profissional, temos que lembrar que estamos evoluindo e temos ferramentas de pesquisa alem do conhecimento, ou seja, temos meios de evitar esses golpes, se você leu esse artigo tenho certeza que vai pesquisar um pouco mais e terá sucesso nas suas buscas por melhores resultados.

“Aqui fechamos mais um artigo, espero ter-lhe ajudado deixe seu comentário temos muito interesse na sua opinião”.

Quer receber mais conteúdos notáveis?

>

  • Kathlyn Wendy

    Recentemente eu passei por uma situação dessa, e se eu tivesse lido este artigo antes talvez não teria caído no golpe do falso emprego, e depois de ter visto esse artigo recebi mais 3 ligações de supostas entrevistas mas já estava ciente. E hoje vemos muitos casos como esses: http://www.reclameaqui.com.br/indices/97923/escola-smartdata/

    • Obrigada Kathlyn pelo seu comentário eu tenho certeza que você conseguirá continue lendo nossos artigos. Abraços

  • Marcus Vinicius

    Um ano atrás passei por um caso semelhante, onde recebi uma ligação de uma suposta “vaga de emprego”, chegando lá não era nada que foi passado, foi informado que deveria realiza uma prova com questões relacionada informática e inglês. Na parte de informatica respondi quase tudo, mas a de inglês não fui bem, então me ofereceram
    curso de inglês sendo que era um uma entrevista, que mais nada era um falso emprego.
    http://www.reclameaqui.com.br/indices/lista_reclamacoes/?id=20688&problemType=0000000000000009

    • Marcus agradeço pelo seu cometário. Quando começamos nem sempre temos as orientações que precisamos e sei que o desejo de trabalhar e de estudar é muito bom, mas tenho certeza que você já aprendeu a lidar com esse tipo de ação, Não desista!